O INEM foi e voltou… conseguimos.

Há cerca de uma semana, pela voz de André Coelho Lima, ficamos a saber que a ambulância do INEM que se encontra localizada no Hospital de Guimarães, iria parar durante o período noturno, por decisão do Secretário de Estado da Saúde, sem qualquer justificação.

André Coelho Lima apresentou a questão em reunião de câmara, onde foi confrontado com o desconhecimento total por parte da autarquia e do seu Presidente, que desconhecia uma questão tão sensível para os vimaranenses.

Tratava-se de uma questão importante para Guimarães e para os seus cidadãos. O Governo havia determinado a paragem de um meio de socorro de urgência durante a noite, que pode determinar a diferença entre a vida e a morte. André Coelho Lima levantou a questão exatamente nos moldes em que o deveria fazer. Afirmou que era Guimarães que estava em causa e a saúde dos vimaranenses que estava em risco com aquela decisão. Apelou, desde logo, ao consenso de todos numa luta que é de todos e por todos, sem partidos.

Tomado o conhecimento desta situação, por decisão conjunta de alguns vimaranenses preocupados, foi lançada uma petição pública que visava a revogação desta decisão por parte do Governo. A sociedade civil mobilizou-se e em menos de 24 horas já contava com três centenas de assinaturas e foi marcada uma vigília para a porta do Hospital, onde a sociedade se preparava para reagir publicamente perante uma decisão que não compreendia.

Ao mesmo tempo, o grupo parlamentar do PSD na Assembleia da República, por intermédio do deputado vimaranense Emídio Guerreiro, pede a audição urgente do Ministro da Saúde no parlamento.

Foi uma reação forte, pronta e dinâmica. Guimarães e os vimaranenses sabiam que estavam a perder algo que muito representa para os cidadãos, numa decisão cega do Governo. Uma reação que mais do que barulho ou dividendos políticos, visava apenas a revogação de um despacho sem sentido e por isso a reação foi feita com peso, conta e medida nos locais certos.

E eis que no sábado sou confrontado com um telefonema de André Coelho Lima onde este me transmite que acabava de saber que a decisão havia sido revogada.
A palavra que lhe ouvi foi “conseguimos” e diz muito sobre aquilo que todos nós vimaranenses pretendíamos que acontecesse e pelo qual ele lutou afincadamente.

Em face disto, Continuaremos a contar com o profissionalismo de todos os técnicos do INEM durante 24 horas, tal como continuaremos a contar com os bombeiros de Guimarães, também eles profissionais de grande categoria para prestar os serviços de emergência que tanto necessitamos, o que de alguma forma nos conforta.

Vale sempre a pena, sempre que as causas são justas.
Guimarães ganhou. Ganhamos todos.

Rui Barreira

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s