A semana que passou #7

Estacionamentos e política urbanística

16427550_1552487081433174_1993760653355937585_n
Fotografia retirada do Facebook

Das Taipas chegam ecos, através das redes sociais, da contestação à proposta de arranjo urbanístico da Câmara Municipal para a requalificação do centro da vila, que prevê ruas exclusivamente pedonais, significativas mudanças rodoviárias e redução de lugares de estacionamento.

Repete-se nas Taipas a mesma receita apresentada pela Câmara para a cidade, que também tem merecido constantes reparos. Na passada semana, foi António Monteiro de Castro quem se pronunciou sobre o assunto, trazendo a artigo de opinião o tema que já levara a reunião de Câmara.

Mais de 13000 atendimentos nos Espaços do Cidadão do concelho

171fc14b49a79ea979710de5b3402b30_xlFoi anunciado na semana passada que os 12 Espaços do Cidadão do concelho de Guimarães efetuaram, em 2016, mais de 13 mil atendimentos. Uma boa notícia desta medida de descentralização da Administração Pública, promovendo a proximidade no acesso aos serviços do Estado. Quantos mais atendimentos haveria se, para além dos serviços da Administração Central, estes espaços também oferecessem serviços descentralizados da Câmara Municipal?

Atração de investimento

Na última edição da revista Mais Guimarães, Esser Jorge publicou um artigo em que relata um caso de uma empresa que pretendia investir e instalar em Guimarães uma unidade de Investigação e Desenvolvimento. O caso é exemplar, porque consistente com outros que me chegam por relato direto, mas é o primeiro que vejo descrito publicamente. E demonstra como em Guimarães se governa mais para o número de marketing político do que para resultados concretos.

Famalicão cidade têxtil de Portugal

A Câmara de Vila Nova de Famalicão pretende afirmar a cidade como cidade do têxtil de Portugal. Tem sido bem sucedida neste desígnio, para o que tem contribuído a estratégia de afirmação desta indústria promovida pelo município, o CITEV, a APT. É abrir os jornais ligados ao têxtil e verificar, edição após edição, qual o líder político que mais se afirma na defesa do têxtil, de há anos a esta parte. Não, não é um qualquer membro do Governo. É o Presidente da Câmara de Famalicão, Paulo Cunha.

Enquanto isto, Guimarães, preocupada com outras modas, perde liderança industrial e económica.

Medalha de Honra das Mulheres na Ciência para jovem Vimaranense

567566
Fotografia: sol.pt

A Maria Inês Doutel Almeida foi distinguida com a Medalha de Honra das Mulheres na Ciência, por um consórcio entre a UNESCO, Fundação para a Ciência e Tecnologia e a L’Oreal Portugal. A jovem vimaranense viu assim reconhecido o seu trabalho sobre regeneração de ossos. Uma medalha que honra o seu trabalho, e que honra Guimarães, por ver um dos seus filhos distinguidos em áreas tão importantes. Muitos parabéns, Inês!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s