A via para o Avepark

Boas notícias para Guimarães: foi assegurado financiamento para a via de ligação ao Avepark. A notícia chegou no início da semana, e a verbe insere-se num programa de 180 milhões de euros para valorização de áreas empresariais.

Segundo notícia avançada pelo Jornal de Negócios (take da Lusa), a maioria do financiamento para as vias de acesso a parques industriais provém do orçamento das Infraestruturas de Portugal. O que constitui a segunda grande notícia.

alt-01

Domingos Bragança sustentava a defesa da proposta de via dedicada, a atravessar zonas rurais do concelho, terrenos agrícolas e florestais, com enorme impacto ambiental e urbanístico, por comparação a outras alternativas de traçado, pelas especificidades do financiamento europeu (ouvir áudio aqui) com que esperava financiar a obra.

Esse raciocínio é, aliás, sustentado pelo estudo da Universidade do Minho que serviu de base à proposta da Câmara Municipal.

avepark.png
Estudo de Avaliação do Acesso ao Avepark, pág. 37.

Se o financiamento provém do Orçamento de Estado e do orçamento da empresa pública Infraestruturas de Portugal, já há margem para discutir alternativas ao traçado, que sirvam melhor os interesses das populações, em particular através da requalificação da totalidade ou de parte da EN101 entre a cidade e a vila das Taipas, devido também à sua sobrelotação.

Penso que da parte do Governo haverá boa vontade para que isto aconteça, na medida em que é ele próprio, e a sua empresa pública Infraestruturas de Portugal, responsáveis pelas Estradas Nacionais, em particular pela EN101.

Aliás, esta maior abertura do Governo está subjacente à segunda proposta da Câmara Municipal para este financiamento: a de aproveitar este financiamento para fazer o desnivelamento da rotunda de acesso à auto-estrada, só possível por se localizar no traçado já existente de projeto, que prevê a ligação da saída da auto-estrada em Silvares ao Avepark, em Barco.

A proposta de André Coelho Lima

André Coelho Lima fez esta sexta-feira uma conferência de imprensa a apresentar a sua proposta de ligação ao Avepark. Aliás, diferentes propostas para ponderação possível. Com um denominador comum: para além de servirem a ligação ao Avepark, estas propostas servem também a ligação ao segundo núcleo urbano do concelho, as vilas de Ponte e Taipas.

Veja no mapa as diferentes propostas em discussão e teça as suas próprias conclusões sobre a melhor para Guimarães.

Advertisements

2 thoughts on “A via para o Avepark”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s